12/06/2012

Anunciada a Criação de 1615 Novas Vagas para Medicina no Brasil...


Três Lagoas: UFMS terá 60 novas vagas para curso de medicina 


A intenção é criar 2.415 novas vagas em graduações de Medicina até o final do ano que vem

O Ministério da Educação publicou na última sexta-feira (08), autorização para que 23 instituições federais ampliem as vagas ou criem novos cursos de Medicina em seus câmpus. A portaria está no Diário Oficial da União e faz parte dos trâmites do projeto de expansão da carreira no País. 

Na terça-feira, o ministro Aloizio Mercadante anunciou detalhes do projeto que pretende criar 2.415 novas vagas em graduações de Medicina até o final do ano que vem. Segundo Mercadante, o objetivo é melhorar a distribuição dos médicos pelo País, estimulando a interiorização deles. Por isso, a maior parte das vagas novas se concentra no Norte e no Nordeste. 


A portaria assinada pelo secretário de Educação Superior, Amaro Lins, autoriza a criação de 1.615 novas vagas em universidades federais. O documento ressalta que as novas vagas serão abertas de acordo com “a capacidade de cada instituição, a fim de manter a qualidade no ensino”. Desse total, 355 vagas serão em cursos já existentes. 


Na quarta-feira, o MEC também autorizou a criação de 800 vagas em cursos da rede privada, segundo que 280 delas ficarão no Norte e Nordeste. Mercadante garantiu que a ampliação só ocorrerá em instituições que demonstrarem capacidade de ampliação do curso e tiverem pareceres favoráveis do Conselho Nacional de Saúde e do Conselho Nacional de Educação. 
Críticas 
Logo após o anúncio do projeto, o Conselho Federal de Medicina (CFM) divulgou nota criticando o plano. Para a entidade, não faltam médicos no Brasil e as medidas poderão colocar em risco a qualidade da formação médica. O conselho defende que o problema não está na quantidade de médicos, mas na distribuição dos profissionais pelo território. 
O conselho considera preocupante o número de escolas médicas com resultados ruins na avaliação do MEC e que o problema decorre da “abertura indiscriminada de novas vagas e novos cursos”. 
CONFIRA AS INSTITUIÇÕES CONTEMPLADAS: 
Públicas em cursos existentes 
Universidade Federal de Alagoas (UFAL), câmpus Maceió: 20 vagas 
Universidade Federal do Acre (UFAC), câmpus Rio Branco: 40 vagas 
Universidade Federal do Amapá (Unifap), câmpus Macapá: 30 vagas 
Universidade Federal do Amazonas (UFAM), câmpus Manaus: 48 vagas 
Universidade Federal de Grande Dourados (UFGD), câmpus Dourados: 30 vagas 
Universidade Federal do Maranhão (UFMA), câmpus São Luiz: 40 vagas 
Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), câmpus Campo Grande: 20 vagas 
Universidade Federal da Paraíba (UFPB), câmpus João Pessoa: 25 vagas 
Universidade Federal do Piauí (UFPI), câmpus Teresina: 40 vagas 
Universidade Federal de Roraima (UFRR), câmpus Boa Vista: 52 vagas 
Universidade Federal de Sergipe (UFS), câmpus Lagarto: 10 vagas 
Total: 355 vagas 
Públicas em cursos novos 
Universidade Federal de Alagoas (UFAL), câmpus Arapiraca: 60 vagas 
Universidade Federal de Alfenas (Unifal), câmpus Alfenas: 60 vagas 
Universidade Federal do Amazonas (UFAM), câmpus Coari: 80 vagas 
Universidade Federal da Bahia (UFBA), câmpus Barreiras: 80 vagas 
Universidade Federal da Bahia (UFBA), câmpus Itabuna: 80 vagas 
Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), câmpus Passo Fundo: 40 vagas 
Universidade Federal de Goiás (UFG), câmpus Jataí: 60 vagas 
Universidade Federal do Maranhão (UFMA), câmpus Imperatriz: 80 vagas 
Universidade Federal do Maranhão (UFMA), câmpus Pinheiro: 40 vagas 
Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), câmpus Rondonópolis: 40 vagas 
Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), câmpus Sinop: 60 vagas 
Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), câmpus Três Lagoas: 60 vagas 
Universidade Federal do Pará (UFPA), câmpus Marabá: 60 vagas 
Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), câmpus Caruaru: 80 vagas 
Universidade Federal do Piauí (UFPI), câmpus Parnaíba: 80 vagas 
Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), câmpus Santo Antônio de Jesus: 60 vagas 
Universidade Federal do Rio Grande do Norte, câmpus Caicó: 40 vagas 
Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), câmpus São João del-Rei: 80 vagas 
Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), câmpus Diamantina: 60 vagas 
Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), câmpus Teófilo Otoni: 60 vagas 
Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), câmpus Paulo Afonso: 40 vagas 
Total: 1260 vagas 
Fonte: Minutoms.com.br
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Total de visualizações

Previsão do tempo