09/04/2012

Negligências em passeio fluvial em Ilha Solteira...



Repórter registra flagrante de irresponsabilidade na Ilha

Barco lotado deixa a rampa do Porto, na margem paulista do Rio Paraná

ILHA SOLTEIRA – Durante registro fotográfico na Estância Turística, neste domingo, um repórter fotográfico de um jornal regional  flagrou uma irresponsabilidade no local conhecido como Porto, à margem paulista do Rio Paraná, à jusante da Hidrelétrica de Ilha Solteira.

Nada menos que oito pessoas dividiam o espaço no interior de um barco de alumínio durante um passeio pelo rio e o que é pior, nenhum deles com salva-vidas. Isso mostra a falta de responsabilidade do proprietário e ausência de fiscalização no local.

“Foi incrível e temeroso ver as pessoas apertadas e dividindo espaço no interior do barco. Um homem estava na proa da embarcação e dois menores na popa, próximos do motor”, observou o repórter, que estava no local fotografando aves, especialmente “cabeças secas”.


Segundo consta, essa prática é comum no local, freqüentados por turistas e famílias atraídas por peixadas servidas nos restaurantes instalados ali. “Não há nenhum tipo de fiscalização no local e o Departamento de Turismo, sequer, instala placas de advertência sobre a necessidade de se usar coletes salva-vidas”, observa o repórter.


Fonte: Impacto Online
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Total de visualizações

Previsão do tempo